Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Quem se arrisca?


Não é oficial, mas em 2020 o mercado de TI surpreendeu com a pandemia. O IDC apontava para um crescimento que não chegava a dois dígitos, a previsão, girou em torno de 9%.


Mas a pandemia para o mercado de TI brasileiro, acabou impulsionando o setor que deve ultrapassar a casa dos 12% de crescimento no ano passado (mais uma vez o mercado de TI no Brasil cresceu 02 dígitos (que performance invejável).


Agora nem tudo são flores, o crescimento nunca é por igual. Realmente aconteceu que várias empresas pouco sentiram o impacto da Covid (digo isso por causa de nossa carteira de clientes), mas existem empresas que sentiram sim e se deram por satisfeitas por terem conseguido passar por 2020 com praticamente um empate considerando 2019 ou um leve crescimento e acreditem, as razões são bastante sólidas.


E em 2021? Esse crescimento irá se repetir? Falamos de vacinação, de retomada...


Bem, pelo que tudo indica isso não irá ocorrer. A previsão para 2021 é menor para o Brasil. O crescimento brasileiro deve ficar em torno de 5% no ano que vem, abaixo da média de 7,7% da América Latina para o próximo ano.


De qualquer forma, sabemos que o crescimento é impulsionado por nossas estratégias empresariais. Quando sócio de franquias Totvs no sul do Brasil, cansamos de crescer muito mais do que a média de mercado quando ele sinalizava o contrário e as vezes o oposto também acontecia (não tinha planejamento que previsse isso). Aliás, quem trabalha com planejamento estratégico com certeza tomou um susto ano passado e aí perguntamos: "Será que existe alguma lição a aprender?"


Acreditamos que sim. Mais do que sermos bons "planejadores", temos que elevar a cada dia nossa capacidade de "adaptação". Aqui está o grande norte estratégico. Não adianta gastarmos dias e dias no planejamento tentando prever "n" cenários quando a vida nos mostra que pouco controle temos sobre as coisas e que mais vale nó conseguirmos agir com rapidez perante as situações até mesmo "provocá-las com inovações).


Façamos um Excelente 2021!


O gráfico acima apresenta de forma genérica os números obtidos pelos clientes da mercado consultoria. São relativamente grandes porque nós trabalhamos com um número reduzido de clientes simultâneos sempre objetivando a qualidade das entregas.


Esses números foram obtidos seguindo orientações conforme a situação de cada cliente objetivando sempre engajar leads e clientes nos conteúdos de topo, meio e fundo de funil.


A força do conteúdo é notório principalmente no que diz respeito ao número de oportunidades geradas. Quando a empresa faz seu trabalho de inbound marketing corretamente, consegue ampliar seu mind share e acaba gerando muitas oportunidades comerciais, muitas vezes superando o número de oportunidades obtidas através dos esforços de outbound marketing.


O tempo que leva? Irá depender do posicionamento de cada empresa. Temos clientes que conseguiram bons resultados em 12 meses, outros em 18 meses a alguns em 24 meses.


A força da marca faz a diferença. Agora a qualidade do conteúdo faz ainda mais diferença no caso de marcas que ainda não conseguiram um bom posicionamento no mercado.


É sabido que quando vamos em busca de novas oportunidades, temos entre 5% a 10% de potenciais clientes que desejam evoluir num processo comercial, os demais não.


E aí perguntamos: o que fazemos com os 90% e 95% restantes? Muitas empresas literalmente não fazem absolutamente nada (e é nada "mesmo" a ação: "mandar e-mail de vez em quando" não funciona) e perdem a chance de procurar despertar o interesse nessa verdadeira massa de leads qualificados que não estão interessados (no momento) em comprar e é nesse ponto que entra a força das ações de inbound marketing.


Agora é preciso fazer um trabalho de qualidade. Muitas empresas terceirizam os conteúdos nas mãos de pessoas que trabalham apenas os chamados materiais de "topo de funil" que são os mais genéricos, os mais fáceis de produzir e não criam materiais de meio ou fundo de funil que são os mais especializados e por consequência, os mais atraentes.


E não adianta construir materiais de meio ou fundo de funil apenas técnicos, é necessário aplicar as técnicas de "copywriting" (escrita persuasiva) que visam "vender" as soluções para os potenciais clientes.


Se queremos resultados na captação de oportunidades comerciais, necessitamos investir com qualidade nas ações de inbound marketing.


Em 2020 foram mais de 30.000 leads que se interessaram pelos conteúdos produzidos pelos nossos clientes e claro que isso é diretamente proporcional ao número de oportunidades comerciais que foram ou serão geradas num futuro breve.


Muitas empresas entenderam que marketing digital se resume a utilizar esse excelente recurso do Google.

Infelizmente é uma visão equivocada, pois 10% apenas dos internautas iniciam a navegação clicando nos anúncios.

Logo, estratégia digital é muito mais ampla. Envolve uma série de outras estratégias, tais como: blogs, infográficos, e-books e informativos de valor.

Não se decepcionem caso concluam que os investimentos no Adwords deveriam ter melhores taxas de retorno.

Ninguém mais duvida que trabalhar com o Google Adwords não auxilie na geração de leads e no aumento da exposição da marca.

Agora dizer que esse é o “investimento” que deve ser feito para estratégia digital é “errado”. É “cômodo”, pois palavras-chave são montadas, campanhas de remarketing são parametrizadas e todos ficam aguardando.

É necessário muito mais, principalmente sólidas estratégias de SEO onde trabalhamos conteúdos considerando as palavras-chave de nossos negócios essa estratégia está ligada a fortalecer nosso posicionamento no Google de forma orgânica e mesmo assim não é nada fácil.


“A cada 18 meses o conteúdo digital DOBRA” nos servidores de todo o mundo". Parem um minuto para analisar essa informação e imaginem o quanto teremos que nos tornar relevantes a cada ano para que as ferramentas de SEO realmente funcionem.

Por falta de conhecimento real sobre como montar uma estratégia digital, algumas empresas continuam apostando 100% dos recursos no Google Adwords, mas continuam reclamando dos resultados (também pudera...).


 

47-999740086

  • Facebook
  • LinkedIn

©2018 by Mercado Consultoria