Talentos em TI - Preocupação da Sap

Não é uma das maiores empresas do mundo por acaso

 

Um dos indicadores de sucesso de qualquer empresa de tecnologia é seu plantel de técnicos.

 

Quando fazemos nossa consultoria um dos itens que levantamos é justamente como a empresa trata desse poderoso recurso e muitas vezes o processo é desprezado ou subvalorizado.

 

Vamos ver o que o CEO da Sap disse recentemente na Europa sobre a preocupação dele quanto a este tema.

 

Christian Klein diz que bloco precisa “fazer melhor” para se tornar competitivo com a geração de talentos de locais como Estados Unidos e Ásia

 

Christian Klein, CEO da SAP disse que o continente precisa “fazer melhor” e construir uma pipeline de talentos se não quiser ficar para trás dos Estados Unidos e da Ásia em tecnologia, de acordo com reportagem do jornal Financial Times.

 

A companhia, que é a maior empresa de software da Europa, está ajudando a UE a construir sua própria infraestrutura de dados. Embora Klein acredite que a região tenha condições de construir mais empresas como a SAP, ele diz que há "claramente uma falta de talento" na região de origem da empresa.

 

"Quando temos vagas abertas para um engenheiro de software na Europa, vejo que cerca de 20 a 30 pessoas se candidatam ao cargo", disse ele. “Quando ofereço a mesma posição na Ásia, tenho centenas de pessoas que querem ter esse mesmo emprego. E, é claro, também nos EUA, você vê, quando está perto de ótimas universidades, você tem um ótimo acesso a talentos”.

 

A Comissão Europeia tem um plano para melhorar este cenário e aumentar a soberania tecnológica do bloco. De acordo com o jornal, este plano, apresentado no início do ano, quer garantir que a Europa tenha condições de competir com os EUA e a Ásia em inteligência artificial e na análise e uso de dados.

 

Bruxelas disse também que gastará 600 milhões de euros para treinar mais de 250.000 pessoas em toda a Europa com habilidades tecnológicas avançadas.

 

O bloco ainda planeja construir a Gaia-X, uma rede de computação em nuvem e serviços de dados, que será protegida pelas leis da UE e oferecerá uma alternativa aos fornecedores norte-americanos Amazon, Microsoft e Google, diz a publicação.

 

Treinamento


A SAP emprega mais de 100 mil funcionários em todo o mundo, com cerca de 25.000 com sede na Alemanha, porém, realiza a maior parte dos seus negócios no exterior, sendo os EUA seu maior mercado único, respondendo por cerca de um terço de sua receita.

 

Em meio a uma grande transformação de negócio para uma base em nuvem, a empresa colocou seus maiores laboratórios de desenvolvimento de nuvem na Ásia e na América, com bases em Palo Alto, Vancouver, Seattle, Bangalore e Xangai, entre outros. Na Califórnia, a SAP abriu, recentemente, um centro de inovação, segundo a reportagem, devido à sua proximidade com universidades com habilidades em IA.

 

Créditos: Computerworld - CW

 

Please reload

Featured Posts

Marketing Digital – Informativos que geram leads

May 12, 2018

1/2
Please reload

Recent Posts

August 20, 2020

Please reload

Archive
Please reload

Search By Tags
Please reload

Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
 

47-999740086

  • Facebook
  • LinkedIn

©2018 by Mercado Consultoria