Qual o tamanho ideal do funil de vendas?

 

Um dos principais consultores americanos Chet Holmes  nos dá algumas dicas importantes.

 

No mínimo o funil de vendas ideal precisa levar em consideração três informações básicas: a meta estabelecida para o vendedor, o percentual de assertividade (conversões) e o valor do ticket médio de vendas.

 

Partindo de um momento zero, se demos uma meta de R$ 500 mil para um vendedor que converte 30% de seus negócios, ele terá que ter no funil de vendas mais ou menos R$ 1,7 milhão de oportunidades comerciais, vejam: "oportunidades". 

 

Para um vendedor ter R$ 1,7 milhão em oportunidades comerciais, quantas empresas  ele precisa prospectar?

 

Vamos definir que o ticket médio dessa empresa é de R$ 50.000,00. Dividindo R$ 1,7 milhão  por R$ 50 mil teremos 34 negócios que o vendedor precisa trazer.

 

Se olharmos o gráfico acima e considerarmos apenas as empresas que estão comprando, ou seja, 3%, ele terá que ter na boca do funil (topo) pelo menos 1.000 empresas para prospectar.

 

Grande o número não é? A salvação está nos outros percentuais que o consultor Chet apresenta no gráfico acima.

 

O vendedor terá que necessariamente prospectar e gerar interesse no mínimo nas empresas que:

  • estão dispostas a ouvir

  • não estão pensando em adquirir nada e

  • acreditam que não estão interessadas.

Se ele fizer isso, dos 3% que estão comprando, ele poderá trabalhar no total: 70% das empresas e se fizer isso, claro que o número de empresas que ele precisa cai drasticamente.

 

Por isso, as estratégias de "despertar o interesse" passam a ser  essenciais dentro da definição do tamanho ideal do funil de vendas.

Please reload

Featured Posts

Marketing Digital – Informativos que geram leads

May 12, 2018

1/2
Please reload

Recent Posts
Please reload

Archive